terça-feira, 25 de maio de 2010

S.O.S

Hoje vi uma reportagem sobre pessoas que têm problemas psicológicos/comportamentais e que só conseguem resolvê-los através da ajuda de uma psicóloga. Em alguns casos, acho necessária a ajuda de uma profissional sim, porém, na maioria dos casos percebo que é uma espécie de comodismo para encontrar uma solução ou até mesmo para lidar com o que aflige.
É uma "preguiça de pensar", preguiça de agir. Então a psicóloga dá as instruções, a pessoa vai lá e pá. Pronto! Ou senão, se entope de remédios e tcharam, fim dos problemas.
Tolice minha gente. Nós, seres humanos, somos capacitados de coragem e força desde que nascemos. Os que com o decorrer do tempo colocaram essas "virtudes" em prática, são ótimos pacificadores dos seus próprios problemas (ou até mesmo excelentes psicólogos...hahaha). Já os que sempre tiveram papai e mamãe para resolver, dar tapinha no ombro ou até para fazer tempesdade em um copo d'água num problema que não merecia nem ser chamado de problema. É, esses sim são aqueles que morrem de depressão e se sentem as pessoas mais injustiçadas do universo.
Já é comum as pessoas acharem que sempre o próprio problema é pior do que de todo mundo, mas isso é porque sempre tiveram o que comer, casa, comida, roupa lavada, nunca foram agredidas ou violentadas, nunca passaram frio...e por aí vai. Tem coisa pior, bem pior. 
Então antes de se fazer de vítima, chorar por pouca coisa e cair em tristeza profunda... Senta e pensa, porque seja qual for o problema, tem solução.

Eles não têm o que comer.
Ela terminou com o namorado.

2 comentários:

Anna Portes disse...

Tirou as palavras da minha boca! HAHAHAHAHAHAHA..odeio quem se faz de vítima o tempo todo e só sabe reclamar, e o mais interessante é que as pessoas que realmente tem do que reclamar colocam um sorriso no rosto e, só Deus sabe como, conseguem ver o lado bom e seguir com a vida..a gente tem é que aprender com eles e não sentir pena (outa coisa que me irrita..hahahahahah). Ótimo texto Lu! ameeeeei :) saudade! Beijo

botelhow disse...

Pois é... Anna,eu diria que todo brasileiro é assim. É um povo sofrido,trabalhador, ferrado, mas ri de tudo e faz piada da vida... ser feliz é o que importa =)